5 dicas para melhorar a segurança do seu condomínio

5 dicas para melhorar a segurança do seu condomínio

segurança no condomínio

A segurança do condomínio e seus moradores é uma preocupação constante de síndicos e gestores. Afinal, em muitos casos, eles são responsáveis por uma verdadeira pequena cidade.

Essa questão é ainda maior em tempos em que roubos e invasões estão ficando cada vez mais comuns. Além disso, a prevenção de acidentes também faz parte dessa preocupação.

Por esse motivo condomínios, sejam eles grandes ou pequenos, estão buscando formas de aumentar a segurança.

Se esse é o seu caso, continue lendo porque nós te daremos algumas dicas importantes para garantir a segurança do seu condomínio.

Monitore o tráfego de pessoas e veículos

Essa é uma dica muito comum quando se trata de segurança em condomínios. No entanto, a entrada de pessoas não autorizadas ainda é algo corriqueiro.

Isso acontece por falhas no monitoramento do tráfego de pessoas e veículos. No dia a dia a rigidez no monitoramento acaba se enfraquecendo por negligências que, muitas vezes, não são propositais.

Por isso, lembre-se sempre que ninguém deve entrar sem a devida identificação e autorização prévia de um morador. Com relação a prestadores de serviço, como técnicos responsáveis pelo conserto de purificador de água ou de tv à cabo, eles devem se identificar na portaria.

Entregadores de comida e outros produtos não devem ser autorizados a irem aos apartamentos. Encomendas e pedidos devem ser retirados na portaria.

Outra dica aqui é construir um espaço para o recebimento de pedidos, de preferência espaços para a passagem de caixas de comida e produtos no próprio portão.  Assim não será necessário que o entregador tenha contato direto com o interior do condomínio. 

O mesmo vale para veículos. Só terão acesso a garagem veículos autorizados. No caso dos moradores, a entrada só deve ser liberada após contato visual com o porteiro.

Implemente procedimentos emergenciais

Imagine a seguinte situação: você acessa um site de anúncios de imóveis em busca de um novo apartamento para morar. O que você leva em conta ao escolher a melhor opção de portais para ajudar na procura?

Provavelmente a segurança e confiança do site em questão, não é mesmo?

Bom, um site é considerado confiável quando tem certificados de segurança e estruturas que previnem roubo de dados, anúncios falsos, entre outros crimes.

Em condomínios vale o mesmo. Para garantir a segurança é necessário ter procedimentos emergenciais estabelecidos, além de um manual  de segurança.

Contar com senhas e telefones úteis agiliza a comunicação entre porteiros, moradores, vigilantes e gestores.

Já os guias e manuais de segurança servem para registrar e educar os moradores e funcionários a respeito dos procedimentos que devem ser seguidos diariamente ou em casos de incidentes.

Vale ressaltar que todos os funcionários devem ser treinados para conhecerem as regras e procedimentos.

Treinamentos de reciclagem

Além disso, treinamentos de reciclagem anuais devem ser feitos para garantir que os padrões de segurança sejam mantidos.

Imagine a cena: Após pesquisar por preço de dedetização, um condomínio contrata determinada empresa para realizar o serviço.

Dias depois a equipe de dedetização passa pela portaria sem maiores resistências, pois, por já estar ciente da vinda deles, o porteiro se esquece de realizar os procedimentos de segurança.

Felizmente, nada de grave acontece.

A falha de segurança aconteceu porque, de tanto realizar as mesmas atividades todos os dias, o porteiro acabou fazendo tudo no automático, desconsiderando alguns procedimentos.

É por isso que é importante fazer os treinamentos de reciclagem todos os anos.

Invista em equipamentos tecnológicos

Atualmente, existem dezenas de recursos tecnológicos voltadas especificamente para a segurança de condomínios.

Tais recursos abrangem vários níveis de segurança, preços e tamanho de condomínios. Por isso, eles podem ser personalizados dependendo das necessidades.

Dito isso, não há desculpa para adiar investimentos nessa área. Quanto mais atualizações em câmeras, alarmes, sensores de presença, aceleradores de portão automático, entre outros, melhor será a reputação do condomínio e, principalmente, a segurança de todos.

Aposte em portaria remota

Boa parte dos problemas de segurança podem ser resolvidos por meio de tecnologia de ponta.

Uma das soluções ideias para isso é a portaria remota, já que esse serviço diminui os custos com segurança além de oferecer mais tranquilidade para condôminos e funcionários.

Autorizações de entrada, identificação de visitantes, moradores e funcionários, entre outros serviços de portaria são feitos remotamente à distância.

Outro benefício das portarias remotas é a diminuição de erros e falhas na segurança.

Melhore a comunicação interna

Ao contrário do que muitos pensam, a comunicação também é um fator determinante para a segurança de condomínios.

Imagine o quão difícil é levar informações importantes sobre a administração dos prédios para dezenas de moradores sem um sistema de comunicação bem estruturado.

Certamente haveria muitas confusões, desencontros de informações e pretextos para infrações de segurança baseadas na desinformação.

Por isso, é importante investir em comunicação interna, que vai além de comunicados em murais e nos elevadores.

Criar boletins internos, intranet, grupos informativos nas redes sociais e até modernizar os velhos comunicados de elevador com a instalação de um painel de led digital, são formas de otimizar a comunicação no condomínio.

A segurança de condomínios é muito mais do que um investimento, é, também, o cuidado com dezenas de famílias que os chamam de lar.

Por isso, a atenção a segurança deve ser a prioridade de condôminos, gestores e funcionários.

Conteúdo produzido pela empresa Business Connection

Gostou desse artigo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário