Espaço pet no condomínio: o que é e quais são seus benefícios?

Você sabe o que é um espaço pet? Sabe os benefícios que essa área do condomínio pode trazer para seu animal de estimação e para você? Confira abaixo cada um deles!

espaço pet

Não é de hoje que os animais de estimação vêm conquistando seus espaços nas famílias brasileiras.

A cada ano, surgem mais novidades: estabelecimentos pet friendly, atendimento domiciliar para pets, creches para gatos e cachorros… e espaço pet nos condomínios.

Só para você ter uma ideia, a última pesquisa realizada pelo IBGE indicou que o Brasil é o 3º país do mundo com maior número de animais de estimação.

Não é à toa que o mercado para pets só cresce, não é?

Pensando nisso, nós da MinhaPortaria.Com criamos este artigo dedicado a tudo o que você precisa saber sobre espaço pet em condomínios. Confira!

O que é o espaço pet?

O Espaço Pet é uma área exclusiva para animais de estimação nos condomínios, e tem como objetivo o entretenimento dos pets, incentivar a interação entre eles e, claro, melhorar a sua saúde com as atividades diárias.

Ele também pode ser conhecido por Pet Play, Pet Care ou Pet Garden – a nomenclatura varia de acordo com as funcionalidades do local.

Se no espaço também houver opção para banho e tosa de animais, ele será chamado de Pet Care. Se tiver brinquedos avulsos ou interativos (como gangorras, obstáculos, túneis, rampas), o nome do espaço será Pet Play. Já o Pet Garden é um espaço aberto em que é permitido levar os animais de estimação para correr e andar livremente.

espaço para pets

É normal que os condomínios mais antigos não tenham esse espaço, entretanto, muitos já estão desenvolvendo projetos para implantação e criação de um pet play.

Se o condomínio não tiver orçamento suficiente no momento, pode optar por soluções mais simples, como liberar algum espaço para circular com animais mais livremente.

O que fazer para criar um espaço pet no condomínio?

Se o seu condomínio não tem um espaço pet já construído pela construtora, existe a opção de construí-lo. Mas, para fazer isso, é preciso se atentar a algumas questões:

  • Realizar uma assembleia de moradores para avaliar e aprovar a criação do espaço;
  • Realizar um estudo na infraestrutura do condomínio e no ambiente, para verificar a viabilidade da construção do espaço;
  • Realizar orçamentos para verificar qual o investimento do projeto;
  • Realizar cotação de materiais que serão utilizados no Espaço Pet;
  • Realizar consultas com especialistas em saúde animal e adestramento, para ajudar na melhor construção do projeto;
  • Após a aprovação, definir regras para o uso comum do espaço pet, responsabilidades e higienização do local;
  • Por fim, quando necessário, avaliar a contratação de profissionais especializados para cuidar do espaço, dos animais, e da área de banho e tosa.

Dicas para a utilização do espaço pet

Se no seu condomínio já existe um espaço pet, nós separamos algumas dicas para um melhor uso e proveito do local. Confira abaixo!

Vacinas em dia

Todos os animais que frequentarão o espaço devem estar vacinados. Além disso, devem estar com o controle de parasitas externos e internos (pulgas, carrapatos, vermes) em dia, para evitar contaminação dos outros bichinhos.

É importante que o síndico crie um regulamento que determine a obrigatoriedade de estar com a saúde do pet em dia, afinal, ele entrará em um ambiente onde outros animais frequentam.

Uso de coleira

Ao introduzir o pet em um espaço novo, ao qual ele não está habituado e não conhece os demais animaizinhos, o ideal é que sejam utilizadas coleiras.

Com o tempo, essa restrição pode ser avaliada de acordo com os donos dos demais animais que estiverem no local, caso os animais se deem bem, ou então se o pet estiver sozinho também poderá ficar sem coleira.

Uso de telas

Embora os gatos tenham comportamento mais territorialista, eles também podem ter um espaço da área pet reservado para eles.

Nestes casos, é essencial que o local seja telado para evitar rotas de fuga, além de contar com brinquedos escaláveis e arranhadores.

Equipamentos e limpeza

Outro componente importante dos espaços para animais são os equipamentos destinados para as necessidades dos bichinhos.

Eles devem ser instalado em locais específicos, com produtos próprios para a higiene do ambiente e dos pets, tais como amônia quaternária, solução de cloro e água sanitária.

Os donos também devem ser orientados a recolher as fezes dos animais, para contribuir para a limpeza do espaço.

Além disso, o local também deve contar com bebedouros, fontes de água potável, brinquedos para a prática de exercícios, gramas sintéticas, entre outros.

Profissionais do ramo pet

Quando possível, recomenda-se a contratação de profissionais que trabalhem com comportamento animal não só para a elaboração do projeto da área pet, mas também para comparecer, eventualmente, no condomínio, e passar instruções para os condôminos sobre como melhorar a vida do animal de estimação.

Isso pode acontecer através de palestras e visitas do profissional nas residências que possuem pets e querem saber mais sobre o bem-estar do seu bichinho.

Benefícios do espaço para pets no condomínio

Agora que você já sabe como um espaço pet funciona e quais são as boas práticas para esse local, nós elencamos, abaixo, os principais benefícios que essa área de lazer pode trazer para os moradores e, claro, para os seus animais de estimação.

Confira!

Benefícios para os moradores

  1. Comodidade e praticidade: A existência de um espaço pet no condomínio facilita e muito a vida dos moradores. Nós sabemos que as rotinas estão cada vez mais agitadas e cheias de compromisso, e por isso acabamos querendo otimizar nosso tempo. Com um espaço pet à disposição, você pode utilizá-lo de forma prática e de fácil acesso, podendo levar seu animalzinho sempre que necessário.
  2. Maior cuidado com a higiene: O espaço pet é desenhado para receber os animais que estejam com as vacinas em dia e também possui espaços adequados para que os pets possam fazer suas necessidades. Além disso, possuem os produtos de limpeza necessários para manter o ambiente sempre limpo e higienizado.
  3. Sociabilidade entre os moradores e os pets: Com o espaço pet, os moradores que possuem animais de estimação acabam se encontrando com mais frequência, e isso contribui para aumentar sua rede social dentro do condomínio. Inclusive, fortalecer esses laços com os demais condôminos possibilita a troca de experiências, dicas e cuidados para melhorar cada vez mais a vida dos pets.
  4. Valorização dos condomínios: Atualmente, muitas pessoas possuem animais de estimação e os consideram parte da família. Quando procuram um lugar para viver, certamente elas levam em conta a qualidade de vida que o pet terá. Por isso, ter um espaço pet no seu condomínio fará com que ele seja valorizado frente a outros no mercado imobiliário.

Benefícios para os pets

  1. Qualidade de vida para o pet: um espaço pet no condomínio contribui para o bem-estar, para a saúde, diminuição de estresse e uma vida mais ativa do seu animal de estimação.
  2. Socialização com outros animais: nos espaços para animais, seu pet passará a interagir com outros bichinhos, proporcionando uma melhor socialização e convivência com os demais.
  3. Segurança: o espaço pet é uma forma de manter o seu animal de estimação se divertindo em segurança. Isso porque não existe o risco de ele fugir, caso a guia solte ou ele se assiste. Além disso, o local terá grama sintética ou outro material de proteção no chão, impedindo que as patas do pet queimem no asfalto nos dias mais quentes.

Você já conhecia todos esses benefícios que o espaço pet pode trazer para os condomínios? Se você quiser saber mais sobre áreas de lazer para condomínios, não deixe de conferir este artigo.

Até a próxima!

Gostou desse artigo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário