Acabou a luz: como fica a minha portaria remota ou virtual?

Uma das perguntas mais frequentes que recebo é sobre como fica a portaria remota ou virtual nos casos em que acaba a luz.

Desta forma, resolvi compartilhar neste artigo as alternativas para este caso e como funcionam as soluções a esse respeito.

Portaria remota sem energia elétrica.

Para que o sistema de Portaria Remota ou Virtual funcione é obrigatório que se tenha algum sistema de proteção de energia funcionando.

Na prática, já vi soluções funcionarem apenas com Nobreak, outras com Gerador de Energia só para o sistema, outras com Banco de Baterias, mas sempre com algum sistema funcionando.

Agora a primeira pergunta é: Porque preciso desse sistema de energia?

Todo sistema de Portaria Remota ou Virtual funciona bloqueando os acessos por fechaduras eletromagnéticas que ficam constantemente energizadas.

Isso faz com que elas fiquem bloqueadas, quando a energia sai o eletroímã desatraca e o acesso fica aberto.

Ou seja, se não houver sistema de energia, os acessos ficarão abertos.

A outra questão é: qual o melhor sistema?

Bom, esta questão pode gerar muito debate, mas eu acredito que o melhor sistema seja aquele que, quando a energia da rua cai:

  • o sistema entra em funcionamento imediatamente;
  • que aguente pelo máximo tempo possível o sistema de forma independente ao da concessionária; e
  • que gere menos transtornos possíveis aos moradores.

O que quero dizer com isso?

Quando o sistema prevê somente nobreak pode ser que, se não for dimensionado corretamente, o nobreak não aguente por um bom tempo o sistema funcionando.

Além disso, se o sistema não prevê nobreak exclusivos para os motores de portão, pode ser que portão sozinho consuma a carga do projeto e faça com que o sistema pare rapidamente.

Para mais informações sobre Nobreak, você pode consultar este link.

Outros sistemas usam baterias estacionárias.

Essas baterias podem ser muito boas, mas possuem um tempo limitado de carga e não mandam informação de sua carga para a empresa de monitoramento.

Alguns optam por gerador de energia. Esse sistema é muito bom, robusto, aguenta muito bem, porém, pode fazer muito barulho se não for um gerador carenado e com silenciador.

Para saber mais sobre geradores, acesse este link.

Qual o sistema utilizado pela MinhaPortaria?

Eu prefiro os sistemas de energia mistos, é o que uso em meus projetos.

Nestes casos, colocamos um Nobreak de 1,4Kva somente para os portões, duas baterias estacionárias para o painel e ainda um Nobreak Gerenciável SNMP de 4Kva para segurar todo o sistema por aproximadamente 4 horas.

Esta carga fica sendo constantemente monitorada pela central de monitoramento, que sabe exatamente quanto tempo ela tem para chegar no cliente antes de acabar a energia.

Com isso, eu consigo menos barulho para os clientes, proteção do sistema garantida e ainda monitoro o tempo necessário para atendimento preventivo.

Concluindo, quando acaba a luz e existe portaria remota no seu condomínio, se você escolheu bem a empresa na hora de contratar e ela conta com sistemas como estes acima, fique tranquilo – seu sistema continuará funcionando. Caso contrário, os acessos estarão abertos e o condomínio vulnerável.

Se ainda ficou alguma dúvida sobre o funcionamento da portaria remota, dê uma olhada na nossa matéria de perguntas e respostas frequentes.

Artigo escrito por Luiz Schimitd do Grupo Schimitd Serviços, Parceiros da MinhaPortaria.Com.

Para Download do artigo, clique no link abaixo :

Ficou com alguma dúvida sobre como funciona a portaria remota quando acaba a luz? Mande um whats para nós! É só clicar no ícone do aplicativo no canto direito da página.

Gostou desse artigo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário